segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Casa do Cordel comemora três anos de existência

Há 3 anos atrás, exatamente no dia 17 de Agosto, era inaugurada A Casa do Cordel.De lá para cá este espaço, dedicado a literatura de cordel, tem se tornado um verdadeiro referencial em cultura popular.Graças ao esforço, principalmente, do seu idealizador e fundador, o Poeta Abaeté, o Rio Grande do Norte pode se orgulhar de ter um espaço que em outros lugares não existe.

A partir de seu trabalho o cordel ganhou novo fôlego em nosso estado e que vem refletindo em outros lugares do país.A Casa do Cordel fez surgir inúmeros talentos que puderam entrar em contato com a poesia popular e se descobrirem como poetas.O trabalho pioneiro com as escolas,desde o início, também leva esta arte do povo ao encontro dos jovens.

Do contato  com os poetas  surgiram outros e outras cordelistas, xilógrafos, ilustradores...

A Casa do Cordel é, hoje, lugar indispensável para os que gostam, pesquisam ou produzem cultura popular.Mesmo sem nenhum apoio por parte dos poderes públicos, que fecham os olhos para a cultura, este espaço, misto de folheteria, editora popular, atelier de gravura, mantêm-se numa resistência necessária.

Para comemorar a passagem pelo seu terceiro aniversário, a Casa do Cordel vai realizar o evento "Café com Cordel", café da manhã seguido de sarau poético com os poetas e poetisas da casa e, ainda, o lançamento dos cordéis de Manuel Azevedo: "O cordel da cachaça" e "O Rouxinol e o Imperador".

Venha participar:

Café com Cordel
Sábado 28 de Agosto 
A parir das 8h da manhã
Na Casa do Cordel.

Um comentário:

  1. Parabéns a todos que fazem a casa do Cordel! Meus aplausos!salve a cultura popular!

    ResponderExcluir